OS REALIZADORES

O Programa MAGALU de Combate à Violência Contra a Mulher é uma iniciativa do MAGALU (Magazine Luiza), com apoio operacional da Editora MOL e do Prosas. Os recursos direcionados ao programa compõem um fundo estabelecido pelo Magalu, uma empresa que há seis décadas tem a inclusão e a equidade de gênero como valores fundamentais.

MAGALU

Criado na década de 50, em Franca, no interior de São Paulo, o MAGALU (Magazine Luiza) é hoje o maior ecossistema para comprar e vender no Brasil, uma plataforma digital, com mais de 1.100 pontos físicos e calor humano.

EDITORA MOL

A “maior editora de impacto social do mundo”, já doou mais de R$ 35 milhões com seus livros e revistas que revertem renda para causas sociais. Além de produzir conteúdo, assessora ações de investimento social de grandes varejos.

PROSAS

Solução completa para seleção e monitoramento de projetos de impacto social pioneira no Brasil, reúne uma rede com mais de 50 mil empreendedores sociais e quase 400 patrocinadores, que já utilizaram seus serviços para apoio a iniciativas sociais.

Quem pode participar

OSCs de todo o Brasil que possuam projetos e ações voltados a combater as causas e consequências das diversas formas de violência (física, psicológica, sexual, patrimonial etc.) a que são submetidas as mulheres brasileiras.

A intenção é apoiar institucionalmente as organizações, a fim de fomentar, qualificar e/ou reconhecer os serviços prestados. Para tal, as organizações participantes serão divididas de acordo com o alcance geográfico de suas ações (comunitária, regional ou nacional) e poderão se inscrever em um dos três eixos temáticos descritos ao lado:








ACESSO À JUSTIÇA

Fortalecimento da capacidade do Estado de garantir uma vida sem violência a mulheres e meninas e empoderá-las para demandarem esses direitos por meio da informação, de apoio jurídico e de acolhimento em espaços seguros; conscientização e orientação sobre direitos, crimes – inclusive online – e procedimentos de denúncias.

APOIO À SAÚDE FÍSICA E MENTAL

Acolhimento de mulheres vítimas de todo tipo de violência, com atendimento psicológico, tratamentos reparadores de saúde e orientação sobre direitos reprodutivos e parto humanizado; preparação de profissionais e ambientes de saúde para o acolhimento de mulheres e atendimento humanizado; ações de combate ao machismo e à masculinidade tóxica que contribuam para a diminuição da violência física e psicológica a mulheres.

GERAÇÃO DE RENDA

Incentivo à autonomia, à independência financeira e à autoestima de mulheres vítimas de violência, oferecendo profissionalização, acesso a microcrédito, mentoria para carreira e empreendedorismo e/ou oportunidades de trabalho e renda.

Acesse o REGULAMENTO COMPLETO e, em caso de dúvidas, escreva para magalumulheres2020@prosas.com.br

Lembre-se: as inscrições terminam no dia 23/09/2020 às 18h. Não deixe a inscrição para o último momento porque não haverá prorrogação do prazo.

Anexos & Complementares

Atualização

Conteúdo

Download XLS

27/08/2020

Anexo I - Plano de Aplicação de Recursos

Arquivos relacionados ao edital:

- O Anexo I é o modelo em branco do "Plano de Aplicação de Recursos", um documento de envio obrigatório para finalizar a inscrição do seu projeto no edital. Inicialmente, você precisará baixar o MODELO em seu computador. Após o preenchimento, salve o documento em seu computador com o nome de seu projeto e abra a ficha de inscrição do edital no Prosas. Lá, você precisará anexar este documento preenchido.


Etapas de processo seletivo

1) Análise técnica das propostas:
Após uma triagem inicial, em que serão eliminadas as organizações que não cumprirem os requisitos básicos do programa, todas as inscrições receberão uma pontuação, de acordo com os critérios descritos no regulamento.

2) Checagem de documentação:
As organizações melhor pontuadas na primeira etapa passarão por um processo de checagem dos documentos solicitados na inscrição, bem como de pendências legais dos seus gestores.

3) Comitê de especialistas:
Um grupo de profissionais com notado saber e credibilidade de atuação em iniciativas sociais analisará coletivamente, por meio de uma conferência, as propostas melhor ranqueadas na análise técnica, definindo as vencedoras, de acordo com a segmentação geográfica e temática.

Recompensas aos vencedores

• Apoio financeiro: as organizações selecionadas receberão aportes de R$ 100 mil (OSC de atuação local/comunitária), R$ 150 mil (atuação regional ou estadual) e R$ 200 mil (atuação nacional) para serem aplicados de modo institucional, de acordo com o Plano de Aplicação de Recursos descrito na ficha de inscrição.

• Capacitação: todas as organizações selecionadas poderão participar de um programa de aceleração, conduzida pela Phomenta. O programa abordará temas como: captação de recursos, sustentabilidade econômica, inovação na gestão, captação de parcerias, entre outros temas relevantes para o funcionamento e impacto das organizações.

• Endosso institucional e visibilidade: apresentação das organizações vencedoras nos canais de comunicação do Magalu, da MOL e do Prosas e, para aquelas que obtiverem pontuação mínima necessária, o recebimento do selo Phomenta, que certifica as melhores práticas do setor.

Faça sua inscrição

Se a sua organização cumpre todos os pré-requisitos para participar do Programa MAGALU de Combate à Violência Contra a Mulher, você está apto/a a participar da seleção. Basta acessar a ferramenta abaixo e seguir passo a passo as etapas.

Caso você já tenha um perfil no Prosas, basta fazer o login e preencher o formulário. Caso contrário, você precisará cadastrar o perfil da sua organização, antes de acessar o formulário. Dúvidas ou problemas no uso da plataforma de inscrição, escreva para contato@prosas.com.br. Em caso de dúvidas sobre o regulamento, escreva para magalumulheres2020@prosas.com.br.